Eventos em outubro 2019

EXPOSIÇÃO

JOSÉ SARAMAGO: 20 ANOS PRÉMIO NOBEL

14 / 10 – 29 / 11 | CLP

No dia 8 de outubro de 1998 José Saramago tornou-se o primeiro, e até agora único, Prémio Nobel de Literatura em língua portuguesa. Esse momento histórico para a literatura lusófona é retratado na exposição inédita “José Saramago: 20 Anos Prémio Nobel”.

Com curadoria da Fundação José Saramago e realização do estúdio Silvadesigners, a exposição é composta por 22 painéis com fotografias de Estelle Valente, textos de Ricardo Viel e ilustrações de Gonçalo Viana que, em conjunto, traçam um panorama da atribuição do máximo galardão das Letras ao autor.

281118011405414156.jpg

 

EXPOSIÇÃO

AIRES MATEUS: O ARQUIVO

16 / 10 – 17 / 11 | Galeria House of Art

(Náměstí Přemysla Otakara II. 127/38, České Budějovice)

Irá decorrer, entre 16 de Outubro a 17 Novembro, a exibição da obra de arquitetura O Arquivo, dos irmãos portugueses Manuel e Francisco Aires Mateus.

A exibição tem vindo a ser preparada especialmente para o espaço da galeria House of Art, e oferece uma vista específica para dentro do trabalho de estúdio, aproximando a arquitetura ao modo de como se gera o pensamento.

O Arquivo, baseia-se nas teorias de Freud sobre a organização da memória: tal como no processo de gravação numa ardósia,  escrevemos e apagamos, mas é sempre deixado a marca do traço anterior. É a esta coleção de traços apagados a que nomeamos de arquivos. Este projeto germinou da semente, do encontro com o problema. Nasceu sem uma história concreta, criando a sua própria. O projeto é, na sua realização, um novo traço, uma nova experiência de si mesmo e do seu processo. É o traço de quem prevalece na memória do seu próprio caminho. A organização da memória desses traços pretende evocar as relações com o trabalho de arquitetura, não através de um olhar cronológico, tipológico ou geográfico, mas, deixando traços no ar, que, de uma maneira ou de outra, poderá ajudar refleções ou memórias que surjam num futuro problema de um criador.

A inauguração terá lugar no dia 16 de Outubro às 18h, na Galeria House of Art, em České Budějovice.

Podem encontrar mais informações aqui.

aires_mateus_casa_alcobaca_portugal-thumb-525xauto-49580

 

EVENTO

Diploma Selection: Luís Royal

17 / 10 – 21 / 10 | Výstaviště Praha (Výstaviště 67, Praga 7)

Designblok – Festival Internacional de Design de Praga, em associação com o departamento EUNIC da República Checa, anuncia pelo sexto ano o Diploma Selection – competição internacional para o melhor diploma europeu, aberta a todos os estudantes em academias europeias, escolas de arte e universidades que ofereçam graduação nas áreas de design de moda e de produto.

Este ano foi selecionado o português Luis Royal, aluno de cerâmica da escola Ar.Co, entre os 30 finalistas do Diploma Selection 2019 (15 designers de produto e 15 designers de moda) de 9 países.

Passados 20 anos de se ter formado como designer industrial, Luís Royal (n. 1974, Funchal) volta aos objetos, desta vez em cerâmica. Em Praga vai apresentar os seus objets d’art carregados de referências visuais e métodos criativos que não são indiferentes ao universo do design, assim como à cultura material e do consumo que segue atentamente. Propõe, assim, uma transferência dos processos de produção industrial para as técnicas manuais da cerâmica e dos crafts. Os seus objetos, quer sejam contentores ou peças de suspensão, carregam uma iconografia que vai da simbologia universal a referências pessoais. Luís Royal vive e trabalha em Lisboa, é diretor criativo na BÁ Studio e começou neste ano o Curso Avançado de Artes Plásticas no Ar.Co.

No dia 19 de Outubro os concorrentes irão apresentar os seus projetos ao júri internacional, e serão anunciados os vencedores em ambas as categorias.

Mais informações sobre o Designblok.

1569938210-produkt_luis_royal_ceramic_design_after_design_4.jpg

 

TEATRO

HOTEL EURÓPA: POSTKOLONIÁLNÍ LÁSKY

22 / 10 | 19h | Moving Station Theatre (Pilsen)

27 / 10 a 28 / 10 | 20h | Divadlo Archa (Na Poříčí 26, Praga 1)

1K9A3168-Amores-alta-C-Filipe-Ferreira-2019-WEB-EDIT.jpg

A encenação portuguesa de teatro documentário trabalha com o tema do “amor” que serve para refletir sobre o colonialismo e pós-colonialismo em Portugal. Na visão dos criadores, o amor torna-se um ato político.

O espetáculo Amores Pós-coloniais quer saber o que significa amar no espaço colonial e pós-colonial, refletindo sobre o amor enquanto espaço político e utópico. Este espetáculo de teatro documental, criado por André Amálio e Tereza Havlíčková, é baseado nos testemunhos das pessoas que viviam nos tempos de colonialismo e da nova geração pós-colonial que ainda é influenciada pelo pensamento colonial. Como a violência do colonialismo condicionava e ainda condiciona as relações amorosas? Cruzando a pesquisa de arquivo e a recolha de testemunhos reais, este espetáculo ouve antigos soldados Portugueses brancos que tiverem filhos com mulheres africanas negras no tempo da guerra, portuguesas brancas que se apaixonaram por africanos negros pertencentes aos movimentos de Libertação, e ouve, ainda, os filhos destas relações.

Mais informações e bilhetes para o espetáculo em Pilsen e os espetáculos em Praga.

 

FILME

Festival Internacional de Documentários Ji.hlava

24 / 10 – 29 / 10 | Ji.hlava

65161385_10156629144743651_595082029691830272_o.jpg

Um dos mais importantes eventos de cinema na República Checa terá lugar entre os dias 24 e 29 de outubro de 2019 na cidade de Jihlava. A 23° edição do Festival Internacional de Documentários Ji.hlava, o maior festival deste género na Europa Central e de Este, está a chegar e nós trazemos as informações sobre os filmes portugueses que poderão ver no festival.

Sacavém
Sacavém / Júlio Alves / Portugal / 2019

Pedro Costa dá-nos a possibilidade de percorrer os seus filmes, “Casa de Lava”, “Ossos”, “No Quarto da Vanda”, “Juventude em Marcha” e “Cavalo Dinheiro”, através de um conjunto de objetos que se relacionaram com eles. Um caderno, 9 fotografias, uma camara digital, uma cópia de um filme em 35 mm e um elevador. “Sacavém” procura ser uma janela para o cinema de Pedro Costa e para entender como ele é sentido e construído.

Em português, com legendas em inglês.

Quatro Estações e Outuno
Four Seasons and Autumn / Pedro Sena Nunes / Portugal / 2018

Um realizador de cinema segue o rasto outonal de folhas que outrora agraciaram os ramos. Uma rapariga constrói outonos enquanto vagueia num labirinto de folhas. Um homem insiste em regar o local que a árvore deixou para trás. Uma mulher que viveu esse Outono. Todos eles num espaço chamado Jorge Listopad.

Em português, com legendas em inglês.

Odyssey
Odyssey / Sabine Groenewegen / Portugal, França, Bélgica, Países Baixos / 2018

Duas inteligências indeterminadas interceptam imagens de seres humanos a viver numa zona conhecida como Low Lands [Terras Baixas]. Os investigadores trocam as suas descobertas por meio de transmissão visual, procurando compreender a ocorrência de aparições extraordinárias. Juntando material de arquivo, ficção científica e poesia, Odyssey interroga os elementos visuais e transgeracionais da colonialidade e a sua retórica. Desafiando géneros, o filme desperta questões acerca das histórias que nos contam e as possibilidades que temos de as sabotar.

Em crioulo, neerlandês e inglês, com legendas em inglês.

Mais informações sobre o festival, os espaços e a entrada aqui.

 

FILME

KINO BRASIL

31 / 10 – 3 / 11 | Bio Oko (Františka Křižíka 15, Praga 7)

73212173_2413534548921182_8747175328981450752_o

Kino Brasil é o festival de filmes brasileiros organizado anualmente em Praga. Além de trazer o melhor da produção brasileira cinamatográfica para o público checo, o objetivo do festival é também apresentar os filmes no contexto da cultura, gastronomia e situação político-económica no Brasil.

Esta edição do festival será selvagem!
Os últimos meses no Brasil têm sido selvagens. Do índio ao fã de futebol, à funcionária pública ou ao político, ao baterista ou ao dançarino, todos se encontram num turbilhão de eventos. Os cineastas lançaram para o mundo filmes admiráveis e brilharam em festivais conceituados. A colheita mais recente pode ressoar como notícias dos trópicos, um tópico comum não apenas junto às mesas checas. Mas também encontramos nela as chaves para um puro prazer da arte de cinema. Os tempos desafiadores geram filmes urgentes. A selva no filme, a língua da selva em imagens. A mata da cidade grande e o ritmo selvagem. E obviamente um filme sobre a selva. Bem-vindos ao Kino Brasil.

Programa do festival:
31.10. 18:00 Temporada / 20:30 Bacurau
1.11. 18:30 Azougue Nazaré / 20:30 Divino Amor
2.11. 17:00 Martírio / 20:30 Bacurau
3.11. 20:30 O Sal da terra

Programa de acompanhamento:
2.11. 22:00 A noite de música brasileira no bar Boteko.

Mais informações sobre o festival e sobre os filmes aqui.

Anúncios