Eventos em outubro 2020

FESTIVAL

O FESTIVAL INTERNACIONAL DE DOCUMENTÁRIOS JI.HLAVA

27 / 10 – 8 / 11 | ONLINE

Ji.hlava, o maior festival de documentários na Europa Central e de Este, traslado ao formato digital. O público poderá assistir aos filmes online, enquanto disfruta do conforto de casa. Os organizadores prepararam uma programação de cinema excelente e querem criar também o ambiente único do festival. Deste modo, irão fazer live streamings e transmitir a comunicação entre o público e cineastas.

Podem adquirir a acreditação para o festival por 350 CZK no site web do Ji.hlava. Assistir os filmes é possível apenas no território da República Checa. Os espetadores residentes no estrangeiro poderão assistir uma parte do programa na plataforma DAFilms.com (o preço de um streaming será de 2 a 4 EUR).

E quais os filmes portugueses que poderão ver no Ji.hlava?

FANTASMAS: CAMINHO LONGO PARA CASA

Tiago Siopa / 2019 / 119 min. / estreia internacional

O campo português oferece os mitos de sobrenatural, fantasmas e bruxas, que acompanham os habitantes no cotidiano e ajudam a enfrentar a apressada época contemporânea. O autor encontra o fantasma da sua avó, Maria, que lhe conta a história da sua família e lendas misteriosas, repletas de superstição e espiritualidade. As imagens são coloridas e têm as representações do campo edílico. Os diálogos apagam a fronteira entre o estudo etnográfico documentário, o arquivo de família e o filme fantástico sobre a mitologia portuguesa inexplorada e a sua tradição.

Em português com as legendas em inglês. O filme estará disponível a partir do domingo 1 de novembro (das 9:00 horas), durante uma semana.

Mais informações aqui.

A METAMORFOSE DOS PÁSSAROS

Catarina Vasconcelos / 2020 / 101 min. / estreia checa

Quando a Catarina tinha 17 anos, a sua mãe morreu. O Jacinto também perdeu a sua mãe muito cedo. A Catarina é a realizadora do filme, o Jacinto é o seu pai, e eles, num diálogo poético, contam a história da sua família, que resiste à efemeridade do tempo. O filme combina o documentário e a ficção – a história de vida da Beatriz e do Henrique, como se apaixonaram, se casaram e tiveram seis filhos. O Henrique, marinheiro, passava muito tempo fora de casa e a sua mulher tomava conta dos filhos. E o filho mais velho, sempre sonhava que se irá transformar num pássaro…

Em português com as legendas em inglês. O filme estará disponível a partir da quinta-feira 29 de outubro (das 17:00 horas), durante uma semana.

Mais informações aqui.

VITALINA VARELA

Pedro Costa / 2019 / 124 min. / estreia checa

Vitalina Varela, cabo-verdiana, 55 anos, chega a Lisboa, três depois da morte do seu marido. Há mais de 25 anos que ele se tinha mudado para Portugal. A mulher triste passa pelo microcosmo escuro e hipnótico do bairro das Fontaínhas, já desaparecido, para apanhar as últimas memórias do seu marido. O bairro é repleto das almas perdidas e das salas vazias, absorvidas pelas sombras atordoadas. O retrato da diáspora cabo-verdiana é acentuado pela composição estática e pelo semiescuro omnipresente.

Em português e crioulo com as legendas em inglês. O filme estará disponível a partir da quinta-feira 29 de outubro (das 17:00 horas), durante uma semana.

Mais informações aqui.

EVENTO

O CENTENÁRIO DE NASCIMENTO DE AMÁLIA RODRIGUES

OUTUBRO – DEZEMBRO | FACEBOOK E INSTAGRAM

Artista universal, Amália Rodrigues (1920-1999) é uma das personalidades mais importantes de Portugal do século XX.  Ainda hoje, o seu legado permanece vivo, moderno e intemporal. Uma das melhores cantoras dos nossos tempos, teve uma carreira internacional ímpar. O mundo foi o seu palco natural e a sua voz o instrumento privilegiado para cantar toda a poesia portuguesa, do repertório trovadoresco e renascentista à criação literária contemporânea.

A celebração do Centenário do seu Nascimento, em 2020 e 2021, é a ocasião que nos oferece uma mais nítida e fundada consciência da importância de Amália Rodrigues na cena cultural contemporânea. A vasta programação, organizada não só em Portugal, mas também em várias instituições no mundo inteiro, traz as memórias de Amália Rodrigues em muitas perspetivas artísticas.

O objetivo do Centro de Língua Portuguesa em Praga é apresentar a arte de Amália e intermediar as comemorações do Centenário do seu nascimento ao público checo. Assim o faremos, através dos eventos culturais organizados no âmbito da nossa programação cultural de outono e inverno, e pela partilha regular de programação portuguesa e mundial nas nossas redes sociais. Sigam a nossa página Facebook, o nosso Instagram e o hashtag #centenariodaamalia.